Combinação Explosiva

 

Tá certo que filmes tirando sarro de outros não é uma das coisas mais originais do cinema. Mas ultimamente, eles já estão prontos para abandonarem o gênero “Comédia” para criarem o próprio, que pode ser chamado de “Sátira”, simplesmente. Até nisso eles perderam a originalidade, afinal, os filmes de super-herói, na maioria das vezes adaptados dos quadrinhos, estão prontos para saírem das prateleiras de “Ação” e “Aventura” para pertencerem à nova categoria “Super-heróis”.

 

E se juntarem os dois novos pseudo-gêneros, o que acontece? Uma explosão como Super-Herói – O filme. Usei o termo mais no sentido de bomba do que explosão de risadas, ou algo do tipo. O que poderia ser uma forma infalível de carregar levas e levas de adolescentes aos cinemas e fazê-los morrerem de rir, cumpre parte da sua tarefa: os adolescentes vão aos montes, mas as risadas são no máximo aquele sorrisinho amarelo de quem achou a situação engraçadinha, nada mais.

 

E realmente, algumas das situações são engraçadinhas. Algumas um pouco mais elaboradas, como a cena parodiando o assassinato dos pais de Bruce Wayne. A participação de figuras do mundo real, como Stephen Hawking, Dalai Lama e Nelson Mandela também dão um toque extra.

 

O problema é que as situações poderiam ser melhor trabalhadas com a ajuda de um roteiro inteligente, inspirado em mais de uma referência. Para quem ainda não teve uma visão geral da coisa, o roteiro de Super Herói foi inspirado quase que exclusivamente de Homem Aranha, como se a história original já não fosse chatinha o suficiente. A utilização dos colegas Quarteto Fantástico, X-Men e Batman são meras coadjuvantes na trama. Será que vão esperar a continuação para usar os demais heróis representados no cinema? Com base nesse filme, vamos torcer para que isso não aocnteça!

 

Zinema reconhece: uma ou outra piadinha até me fizeram rir, só não lembro direito qual.

 

Zinema condena: filme que só serviria para arrancar gargalhadas, e nem isso consegue!

 

Dica Zinema para uma boa sátira: várias referências e roteiro que conduza as piadas, não o contrário.

 

Onde assistir: está passando no cinema, mas pode esperar pra assistir na TV aberta.

 

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]



Meu Perfil


Quem?Luciana da Cunha
O que?Estudante de Jornalismo
Quando?07 de abril de 1988
Onde?Blumenau, SC